top of page

A Psiquiatria e o Sono

Padrões alterados de sono é algo notável na maioria dos transtornos psiquiátricos. 


As queixas mais freqüentes dos pacientes são relacionadas à dificuldade para iniciar e manter o sono (insônia inicial e de manutenção, respectivamente) e sono não reparador, observadas na maioria dos transtornos. 


A insônia terminal ou despertar precoce é mais relacionada a quadros depressivos. 
A hipersonia (sonolência excessiva) pode aparecer em alguns quadros de depressão como sazonal, atípica ou em transtornos bipolares. 


Em relação aos achados polissonográficos, temos, em geral, redução significativa da eficiência e do tempo total do sono à custa da redução do sono de ondas lentas. 


A redução da latência para o sono de movimentos oculares rápidos (REM) é descrita principalmente para os quadros depressivos, mas pode aparecer em outras patologias.


Agende sua consulta psiquiátrica para discutir junto ao profissional o padrão de sua insônia e a elaboração de uma estratégia terapêutica individualizada que muitas vezes é restrita a medidas de higiene do sono.

Faça o agendamento online. É fácil, rápido e seguro.
bottom of page